O plantio de grama garante um jardim bem cuidado e bonito


É comum que toda área externa - seja residencial ou empresarial - conte com um lindo jardim. O plantio de grama pode ser numa área maior ou áreas menores, contando com o cuidado e expertise de jardineiros especialistas. A grama é, geralmente, a base para todo o restante da ornamentação dos jardins.

É importante que um jardineiro especializado sempre seja consultado antes do projeto do seu jardim, pois há muitas espécies de gramas para plantio que podem oferecer diferentes resultados no projeto de jardinagem, dependendo do seu ambiente e expectativas.

Dentre os tipos de grama para plantio disponíveis no mercado, as mais famosas são: - grama Curitibana (ou grama São Carlos): esse é o tipo de grama para plantio mais comum, pois ela é muito adaptável em situações de exposição, ou não, ao clima e intempéries. Ela também resiste a situações como frio e até a pragas - é, sem dúvida, a mais utilizada em residências.

- grama Esmeralda: encontrada em campos ou parques. Essa grama se adapta melhor a espaços abertos porque funcionam muito bem com o sol direto e intenso. A grama esmeralda tem esse nome porque suas folhas são muito verdes, de cor forte. Folhas pontudas, pequenas e mais estreitas.

- grama Santo Agostinho: essa grama não apresenta tanta resistência ao sol direto quanto a grama esmeralda, por isso, é mais utilizada em locais que não sofram muito com esse tipo de interferência do sol intenso, porém o clima deve ser quente, pois as temperaturas muito baixas podem prejudicar esse tipo de grama - suas folhas são mais escuras e são um pouco mais longas.


Para decidir qual o tipo de grama de plantio ideal para o seu projeto de paisagismo, esteja atento a alguns pontos cruciais: - Quanto sol e chuva o ambiente receberá?

- Qual o intuito daquele plantio?

- Qual o tipo de solo disponível naquela área?

- Em quanto tempo você pretende ver sua grama pronta?

- Qual a verba disponível?


Além disso, outro fator imprescindível no plantio de grama é decidir como o plantio será feito. Plantar grama pode ser feito através de sementes ou placas de grama já plantadas em outro solo, geralmente mais fértil e bem preparado para isso. Assim, o plantio de grama por placas é mais rápido e tende a ser mais eficiente - já que as condições de plantio foram melhores. Isso também faz com que o plantio da grama seja mais rápido. O plantio de grama por semente, embora seja bem mais barato, é incerto e demora ainda mais tempo.

O plantio por semente também exige um cuidado complementar com o solo que será utilizado - que deve passar por um processo de preparo: limpar o terreno, carpir se necessário, tirar pedras e lixo que possam interferir é imprescindível. Depois disso, nivelar e adubar de modo que o solo passe a ser mais fértil e preparado para receber as sementes.

É importante lembrar que a etapa em que o solo é limpo e capinado também é indicado para o plantio de grama de placas, isso pode agilizar o processo.

Irrigar e cuidar após o plantio da grama - seja ele qual foi escolhido - é o ponto crucial para que o enraizamento aconteça.

Além disso, o adubamento correto e o cuidado de pragas que afetem no plantio da grama é muito importante.

De maneira geral, plantar grama é algo possível de ser feito - mas a Tecpodas indica a avaliação e conhecimento de um jardineiro especialista. Isso porque quando algo no processo do plantio da grama não acontece como esperado, é muito comum que todo o investimento de tempo, cultivo, trabalho e dinheiro precise ser refeito. Agende seu horário com um especialista Tecpodas para garantir um jardim saudável e forte.

O plantio de grama pode ser numa área maior ou áreas menores, contando com o cuidado e expertise de jardineiros especialistas. A grama é, geralmente, a base para todo o restante da ornamentação dos jardins.

É importante que um jardineiro especializado sempre seja consultado antes do projeto do seu jardim, pois há muitas espécies de gramas para plantio que podem oferecer diferentes resultados no projeto de jardinagem, dependendo do seu ambiente e expectativas.

Dentre os tipos de grama para plantio disponíveis no mercado, as mais famosas são: - grama Curitibana (ou grama São Carlos): esse é o tipo de grama para plantio mais comum, pois ela é muito adaptável em situações de exposição, ou não, ao clima e intempéries. Ela também resiste a situações como frio e até a pragas - é, sem dúvida, a mais utilizada em residências.

- grama Esmeralda: encontrada em campos ou parques. Essa grama se adapta melhor a espaços abertos porque funcionam muito bem com o sol direto e intenso. A grama esmeralda tem esse nome porque suas folhas são muito verdes, de cor forte. Folhas pontudas, pequenas e mais estreitas.

- grama Santo Agostinho: essa grama não apresenta tanta resistência ao sol direto quanto a grama esmeralda, por isso, é mais utilizada em locais que não sofram muito com esse tipo de interferência do sol intenso, porém o clima deve ser quente, pois as temperaturas muito baixas podem prejudicar esse tipo de grama - suas folhas são mais escuras e são um pouco mais longas.


Para decidir qual o tipo de grama de plantio ideal para o seu projeto de paisagismo, esteja atento a alguns pontos cruciais: - Quanto sol e chuva o ambiente receberá?

- Qual o intuito daquele plantio?

- Qual o tipo de solo disponível naquela área?

- Em quanto tempo você pretende ver sua grama pronta?

- Qual a verba disponível?


Além disso, outro fator imprescindível no plantio de grama é decidir como o plantio será feito. Plantar grama pode ser feito através de sementes ou placas de grama já plantadas em outro solo, geralmente mais fértil e bem preparado para isso. Assim, o plantio de grama por placas é mais rápido e tende a ser mais eficiente - já que as condições de plantio foram melhores. Isso também faz com que o plantio da grama seja mais rápido. O plantio de grama por semente, embora seja bem mais barato, é incerto e demora ainda mais tempo.

O plantio por semente também exige um cuidado complementar com o solo que será utilizado - que deve passar por um processo de preparo: limpar o terreno, carpir se necessário, tirar pedras e lixo que possam interferir é imprescindível. Depois disso, nivelar e adubar de modo que o solo passe a ser mais fértil e preparado para receber as sementes.

É importante lembrar que a etapa em que o solo é limpo e capinado também é indicado para o plantio de grama de placas, isso pode agilizar o processo.

Irrigar e cuidar após o plantio da grama - seja ele qual foi escolhido - é o ponto crucial para que o enraizamento aconteça.

Além disso, o adubamento correto e o cuidado de pragas que afetem no plantio da grama é muito importante.

De maneira geral, plantar grama é algo possível de ser feito - mas a Tecpodas indica a avaliação e conhecimento de um jardineiro especialista. Isso porque quando algo no processo do plantio da grama não acontece como esperado, é muito comum que todo o investimento de tempo, cultivo, trabalho e dinheiro precise ser refeito. Agende seu horário com um especialista Tecpodas para garantir um jardim saudável e forte.


12 visualizações

Posts recentes

Ver tudo