Tecpodas na Mídia

Tecpodas na Mídia


Acesse o link: https://economia.estadao.com.br/blogs/radar-imobiliario/paulistano-paga-poda-de-arvore-para-ter-mais-agilidade/


Leia a seguir, integra da entrevista concedida pelo Eng. Florestal, Rodolpho Schmidt, ao Estadão:

- Desde que a prefeitura de São Paulo sancionou a lei que autoriza as pessoas a terceirizarem o serviço de poda ou remoção de árvores apresentando laudo de especialista que justifique a necessidade, a demanda da TecPodas aumentou? Consegue quantificar em percentual ou números absolutos, comparando ao período anterior, por exemplo?

A procura pelos serviços não aumentou, o que aumentou foi a contratação, uma vez que era muito caro o tramite burocrático anterior para obtenção da autorização, o que, somado aos custos de execução, inviabilizava financeiramente para a maioria dos clientes, as pessoas recebiam os orçamentos porem não contratavam. Conclui-se então que, neste caso, ou optavam por executar a poda ou corte de forma clandestina, ou deixavam a natureza cuidar do problema, ou seja, deixavam os galhos ou mesmo a árvore cair. Ainda existe rejeição devido a custos, porem esta é menor.

Em outras cidades como Campinas, por exemplo, a terceirização é regulamentada já a muito tempo.

- Quais são os principais serviços para os quais vocês vêm sendo solicitados na capital?

Poda e corte de árvores com problemas e risco de causarem acidentes.

- Como funciona todo o processo? A própria TecPodas avalia a árvore e elabora o laudo para apresentar à prefeitura? Quais são os critérios usados?

Sim nossos engenheiros fazem um laudo avaliando o risco que arvore apresenta, baseado na saúde da árvore ou galhos e na sua localização. O risco avaliado é em relação a segurança humana, por exemplo, uma árvore totalmente doente dentro de uma floresta, onde não existe circulação humana, tem um risco zero, já uma arvore com algum problema fitossanitário pequeno, porem em um local de grande circulação de pessoas, possui um risco maior. A conclusão de risco se baseia no cruzamento destas variáveis. Outro ponto também considerado é quanto a acessibilidade, de pedestre ou veículos, arvores podem crescer em locais inadequados sendo necessário, em alguns casos o corte da arvore com o plantio de um novo exemplar em outro local próximo, porém mais adequado, por exemplo uma arvore que foi plantada ou nasceu muito perto de um muro ou em uma passagem estreita, e ao crescer compete por espaço. No caso de corte de árvore é necessária também a compensação, mediante o plantio de uma, ou mais arvores, como reposição, de acordo com o porte da mesma.

- Tendo a aprovação, me conta um pouco, por favor, quais são os principais cuidados, equipe e equipamentos que a empresa disponibiliza para garantir que a poda ou remoção seja feita com segurança, tanto dos profissionais e pessoas envolvidas quanto da área?

O profissional indicado para a execução do serviço de poda e corte de árvores é um Podador arborista, está é uma profissão regulamentada. Este profissional conta com conhecimentos para trabalho em altura e uso dos equipamentos pertinentes, como ferramentas de escalada, equipamentos de elevação, uso de motosserra. Também é fundamental o conhecimento sobre crescimento e desenvolvimento de plantas para, no caso de podas, executar cortes que não comprometam a arquitetura e a saúde futura da árvore.

- E com relação ao serviço em si, levando em conta a própria árvore, quais são os profissionais capacitados para realizar a poda ou remoção de maneira adequada?

Os podadores e operadores de motosserra, supervisionados por engenheiros agrônomos, florestais ou biólogos.

- Já houve algum caso em que vocês foram chamados para efetuar uma poda ou remoção e avaliaram que não era necessário fazer?

Sim, isto acontece constantemente. Existem muitos clientes que querem tirar a arvore por se incomodarem com a simples “sujeira” decorrente da queda de folhas, ou então por alegarem que a árvore atrapalha o acesso ou a visualização de seus estabelecimentos comerciais, nestes casos, não recomendamos o corte, no máximo uma poda de limpeza e condução, até porque o profissional da empresa, que assina o laudo recolhe uma ART – anotação de responsabilidade técnica, e pode até perder sua licença profissional no caso de improbidade.

- No momento de escolher uma empresa ou profissional para realizar este tipo de serviço, a que “pegadinhas” as pessoas devem estar atentas? Ou seja, do que ela deve se certificar antes de contratar para ter certeza de que tudo será feito dentro da lei, com segurança e, claro, de maneira realmente justificada?

Precisa atentar-se sobre a existência de eng. agrônomo, florestal ou biólogo no corpo técnico da empresa, da existência de colaboradores especialistas como podadores e operadores de motosserra com capacitação nas normas NR 12 e NR 35 para operação de motosserra e trabalho em altura, uso de equipamentos de içamento como caminhão munck, plataformas elevatórias, guindastes e motosserras devidamente homologados, e finalmente fazer a destinação correta dos resíduos gerados, que devem ser transportados para pátios licenciados para este fim.

No caso da nossa empresa www.tecpodas.com.br, para destinação dos resíduos, possuímos pátio licenciado nos órgãos ambientais competentes e credenciado no projeto MadeiraUrbana, plataforma digital que rastreia a correta destinação e uso dos resíduos gerados em processos autorizados de corte e poda de árvores, saiba mais em www.madeiraurbana.com.br.


0 visualização
 
Precisando dos nossos serviços? Fale com a TecPodas!
Atendemos Região Metropolitana de Campinas e Grande São Paulo
Preencha os campos abaixo e entraremos em contato:
arrow&v
arrow&v
arrow&v

Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM

Se preferir ligue para a TecPodas
Tel.: 19 - 3579.9197 | 3365.1181 | 3365.0992
E-mail: tecpodas@cbft.com.br

  • Facebook Social Icon
  • LinkedIn Social Icon